Autoestima para quem quiser

Eu vivo rodeada de mulheres. Por toda minha carreira profissional tem sido assim. Na faculdade, minha turma de 60 alunos, 45 eram mulheres. No internato (estágio dos últimos dois anos), éramos em nove mulheres convivendo praticamente 24 horas por dia. Optei por fazer Ginecologia e Obstetrícia como especialidade que, além de atender apenas mulheres, por dois dos três anos da formação todas minhas colegas eram mulheres.

Eu sou uma excelente ouvinte. Sou aquela pessoa que você pode sentar e me contar seus problemas, suas aflições, tudo. E eu estou disposta a ouvir com atenção e ainda te ajudar a resolver. E tem sido assim com todas essas mulheres ao longo desses anos. Acho que esse meu jeito, somado a minha própria jornada, me tornou uma pessoa que consegue entender a mente feminina e suas principais demandas.

Não tem um dia que passe que alguém não se queixe para mim de baixa autoestima. Seja em consulta, no Instagram, ou até mesmo amigas próximas. Todos os dias, alguma mulher tem uma questão com autoestima e todas as consequências que isso trás pro restante da vida.

Baixa autoestima leva a baixa autoconfiança. Você não se sente boa o suficiente no que faz. E até as coisas que faz bem, se cobra que poderia fazer melhor. Vai ficando cada vez mais dura consigo mesma, e o caminho natural que se segue é a diminuição de produtividade. O trabalho não é o mesmo, o relacionamento não é o mesmo, o cuidado com os filhos é um trabalho penoso, não existe mais identificação com as amizades, o desejo sexual vai para o chão. E aí você não vê mais motivação pra fazer as coisas que fazia antes e isso se torna um ciclo.

Uma boa autoestima é uma das principais chaves para conseguirmos olhar com amor pra nós mesmas e consequentemente sermos melhores para as pessoas a nossa volta. Hoje eu quero tentar te ajudar nisso.

Primeiramente, vamos definir o que a palavra estima significa

Olhando por essa definição, AUTOestima seria um sentimento de olhar para nós mesmos e ESTIMAR o que somos, o que conquistamos e nosso valor moral. Agora, vejam bem o que tem sido vendido pra gente:

“Quem se contenta com seu modo de ser.”

Repare como essa frase não leva a nenhum tipo de evolução. Se contentar com o que você é te paralisa. E deixa eu te contar uma coisa que te falaram a vida toda e é a mentira mais descarada que existe: Você não é perfeita do jeito que você é. Muito pelo contrário, você, eu e todas as pessoas somos todos imperfeitos. Somos cheios de defeitos, dos mais simples aos mais complexos e simplesmente aceitá-los “porque você é perfeita do seu jeitinho”, é no mínimo cruel. Cruel da parte de quem te disse isso e cruel da sua própria parte com você mesma, que está se deixando levar por essa frase.

Acreditar que somos perfeitos nos leva ao comodismo. Nos aceitar do jeito que somos é coisa de gente acomodada, que não quer crescer na vida. É impossível ter estima por alguém que está no mesmo lugar há tantos anos, alguém que não melhora, que não se interessa pelo outro.

Ok, você entendeu que se aceitar do jeito que é, é uma cilada. Você sabe que tem defeitos, assim como qualquer outra pessoa. E agora? Como fazer pra se estimar mais?

Seja uma pessoa que vale a pena! Lute por isso! Se mova! Vou listar algumas ações que me mobilizaram na busca por melhor autoestima e tem dado resultado tanto para mim, como para essas mulheres com quem convivo, converso e passam a fazer essas mesmas coisas. Mas atenção – leia os próximos parágrafos com maturidade e coração aberto:

1- Fique mais inteligente. Parece bobagem né? Mas é exatamente isso. Dedique alguma parte do seu tempo, por menor que seja, a aprender alguma coisa. Estamos na era do Podcast! Quantas coisas você pode aprender enquanto limpa a casa, dirige, até enquanto toma banho! E se você for alguem que tem mais tempo e recursos, um simples Google vai te levar pra livros, cursos online, uma infinidade de assuntos para aprender. Nunca foi tão fácil se tornar uma pessoa mais inteligente! E uma pessoa inteligente é alguém que vale a pena estimar.

2- Fique mais bonita. Fique mais bonita para você. Aprenda a se vestir bem (o que não quer dizer ter que gastar pra isso), a se maquiar e arrumar seus cabelos. Se olhe no espelho e repare com vontade em tudo o que é bom e também no que não é tão bom assim. Todo mundo tem detalhes físicos que são feios e incorrigíveis. Não tem muito o que fazer. Para mim é aqui que entra a única parte da aceitação. Mas aceitar não quer dizer permanecer inerte. Da mesma forma, todo mundo tem detalhes físicos que são belos. Reforce esses detalhes. Faça-os ficar ainda mais aparentes. Os ruins não ficarão tão em evidência. Lembrando que a percepção do belo é diferente para cada pessoa (mas isso pode ser tema para um outro artigo)

3- Ganhe força muscular. Puxe ferro. É sério. Gente forte, com músculos, tem postura. Olhar sua própria postura no espelho te promoverá mais confiança e assim passará confiança para aqueles ao seu redor. No curto prazo, te dará mais disposição, mais beleza, mais postura. Pequenas coisas que você passará a fazer pelo fato de ter força muscular (aguentar brincar com seus filhos por bastante tempo, fazer uma caminhada longa com seu marido ou esposa…) te dará um motivo a mais para estimar-se. No longo prazo é um investimento pra sua velhice. Gente sem força muscular não consegue levantar da privada, tomar um banho sozinha. Gente fraca perde a autonomia mais cedo.

4- Pare de comparar seus bastidores ao palco dos outros. O caminho é longo e árduo. Pra todo mundo. E todos sabem disso. Mas insistimos em nos comparar com quem fez o caminho antes que nós. Só quem vive dentro da própria pele sabe o que já passou, os desafios que foram até que o objetivo fosse alcançado. Da mesma forma que você não espalha por aí suas derrotas, quem já chegou lá também não vai. Foque apenas no que é seu e de sua responsabilidade. Tenha inspirações (elas são sim importantes), mas se for comparar-se com alguém, que seja com você mesmo ontem e não com o outro hoje!

5- Não dê valor a críticas vindas de quem não significa nada pra você. Geralmente apontamos no outro aquilo que mais enxergamos na gente. Críticas vindas de quem não construiu absolutamente nada são só uma tentativa de pessoas amargas querendo que você se iguale a elas. Não faça isso. Ouça apenas as pessoas que te amam. E vamos combinar, essas pessoas jamais te fariam uma crítica sem que você tenha pedido uma opinião.

6- Seja útil. Sirva pra alguma coisa. Agregue valor e sentido na sua vida. Isso só é feito a partir do amor e dedicação ao próximo. Se dedique a sua família, seus amigos, sua comunidade, sua igreja, aos pobres, ao mendigo do semáforo. Encha seu coração de amor a essas pessoas e se doe completamente. Seja a pessoa referência, com quem cada um desses sabe que pode contar quando precisar. E quando precisarem, esteja lá.

Qualquer movimento é melhor que movimento nenhum. Qualquer ação é melhor que ficar parado. Qualquer evolução é melhor que simplesmente se aceitar.

Comece hoje. Tire alguns minutos para pensar em como você pode ser uma pessoa que valha sua própria estima HOJE? Escreva e faça essas coisas. Depois me manda uma mensagem depois contando como foi e como você se sentiu!

O que você achou do artigo? Deixe seu comentário :)

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Acompanhe o melhor conteúdo sobre saúde da mulher.

Deixe seu nome e e-mail e receba conteúdo para sua qualidade de vida e saúde!